- Publicidade -
Home Notícias e Tendências Cardiologia Hipertensão arterial e risco de demência e comprometimento cognitivo

Hipertensão arterial e risco de demência e comprometimento cognitivo

O uso de anti-hipertensivos se associou a redução de 21% do risco de demência.

- Publicidade -

Os autores publicaram uma revisão sistemática de 209 estudos prospectivos para esclarecer controvérsias sobre a associação entre os níveis de pressão arterial (PA) e o risco de demência e comprometimento cognitivo.

Foram incluídos mais de 2 millhões de pacientes, sendo 46,6% do sexo feminino. A idade média dos participantes em cada estudo variou de 35,3 anos a 93,2 anos e a duração média do seguimento variou de 1,5 a 43 anos.

Em pacientes na meia-idade, o risco de dermência foi significativamente maior nos pacientes com hipertensão (risco relativo [RR]: 1,20; intervalo de confiança [IC] 95%: 1,06 – 1,35). Níveis elevados de PA sistólica se associou com risco 54% maior de demência (RR: 1,54; IC 95%: 1,25 – 1,89) e níveis elevados de PA diastólica se associou a risco 50% maior de demência (RR: 1,50; IC 95%: 1,04 – 2,16).

A hipertensão na meia-idade também se associou a piora da cognição global (RR: 1,55; IC 95%: 1,19 – 2,03).

Análise de dose-resposta mostrou que a PA sistólica > 130 mHg aumento o risco de demência e comprometimento cognitivo em mais de 34%.

Em pacientes idosos, a hipertensão arterial teve associação neutra com o risco de demência (RR: 1,02 [IC 95%: 0,94 – 1,10), porém com variações conforme o grupo étnico. Em indivíduos negros, a hipertensão se associou a maior risco de demência.

Nos indivíduos idosos, a PA sistólica ≥ 180 mmHg se associou a risco 45% maior de demência em comparação com idosos com PA sistólica < 180 mmHg (RR: 1,45; IC 95%: 1,03 – 2,06). Análise da PA diastólica mostrou risco menor de demência naqueles com PA diastólica entre 90 e 100 mmHg.

De forma importante, o uso de anti-hipertensivos se associou a redução de 21% do risco de demência.

Os autores concluíram que a hipertensão arterial na meia-idade se associa a maior risco de demência e comprometimento cognitivo futuro e que o uso de medicação anti-hipertensiva diminui o risco demência. Em idosos, níveis de PA entre 90 e 100 mmHg diminuem o risco de demência.

Saiba mais:
Ya-Nan Ou, Chen-Chen Tan, Xue-Ning Shen, Wei Xu, Xiao-He Hou, Qiang Dong, Lan Tan, Jin-Tai Yu. Blood Pressure and Risks of Cognitive Impairment and Dementia: A Systematic Review and Meta-Analysis of 209 Prospective Studies. Hypertension 2020;76:217–225

https://www.ahajournals.org/doi/10.1161/HYPERTENSIONAHA.120.14993

Iulita MF, Girouard H. Treating Hypertension to Prevent Cognitive Decline and Dementia: Re-Opening the Debate. Adv Exp Med Biol. 2017;956:447-473. Walker KA, Power MC, Gottesman RF. Defining the Relationship Between Hypertension, Cognitive Decline, and Dementia: a Review. Curr Hypertens Rep. 2017;19(3):24.

- Publicidade -
- Publicidade -

Fique Conectado!

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Mais Lidas

Radioterapia moderadamente hipofracionada no câncer de mama inicial ou in situ é recomendada como novo padrão de terapia

O interesse na radioterapia hipofracionada tem se renovado com o passar dos anos O estudo DBCG HYPO (NCT00909818) foi projetado para avaliar e testar estatisticamente...
- Publicidade -

Pela primeira vez, a U.S. Preventive Services Task Force orienta o rastreamento para câncer colorretal aos 45 anos

O câncer colorretal é a terceira causa de morte por câncer nos Estados Unidos. Apesar das fortes evidências de que o rastreamento do câncer...

Incidência de câncer de próstata localizado nos Estados Unidos diminui, porém a de estágio avançado recrudesce, segundo relatório

Dados de incidência e sobrevida de câncer de próstata nos Estados Unidos foram atualizados recentemente pelo Morbidity and Mortality Weekly Report, do Centers for...

Biópsia líquida pode predizer desfechos com imunoterapia em 1ª linha, mas não em 2ª, no tratamento do melanoma metastático

Biópsia líquida e o ctDNA estão cada vez mais incorporados à clínica, auxiliado a entender diversos aspectos dos tratamentos contra diversas malignidades Embora contabilize apenas...

Notícias Relacionadas

Radioterapia moderadamente hipofracionada no câncer de mama inicial ou in situ é recomendada como novo padrão de terapia

O interesse na radioterapia hipofracionada tem se renovado com o passar dos anos O estudo DBCG HYPO (NCT00909818) foi projetado para avaliar e testar estatisticamente...

Pela primeira vez, a U.S. Preventive Services Task Force orienta o rastreamento para câncer colorretal aos 45 anos

O câncer colorretal é a terceira causa de morte por câncer nos Estados Unidos. Apesar das fortes evidências de que o rastreamento do câncer...

Incidência de câncer de próstata localizado nos Estados Unidos diminui, porém a de estágio avançado recrudesce, segundo relatório

Dados de incidência e sobrevida de câncer de próstata nos Estados Unidos foram atualizados recentemente pelo Morbidity and Mortality Weekly Report, do Centers for...

Biópsia líquida pode predizer desfechos com imunoterapia em 1ª linha, mas não em 2ª, no tratamento do melanoma metastático

Biópsia líquida e o ctDNA estão cada vez mais incorporados à clínica, auxiliado a entender diversos aspectos dos tratamentos contra diversas malignidades Embora contabilize apenas...

Adição de irinotecano neoadjuvante aumenta a taxa de resposta patológica em adenocarcinoma de reto localmente avançado

Vários estudos de escalonamento de dose descobriram que a máxima dose tolerada do irinotecano diminuiu com um número crescente de alelos UGT1A1 defeituosos, confirmando...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.