- Publicidade -
Home Notícias e Tendências Urologia Biópsia líquida pode predizer desfechos com imunoterapia em 1ª linha, mas não...

Biópsia líquida pode predizer desfechos com imunoterapia em 1ª linha, mas não em 2ª, no tratamento do melanoma metastático

- Publicidade -

Biópsia líquida e o ctDNA estão cada vez mais incorporados à clínica, auxiliado a entender diversos aspectos dos tratamentos contra diversas malignidades

Embora contabilize apenas 1% dos cânceres de pele, o melanoma apresenta alta taxa de mortalidade. O surgimento da terapia-alvo e dos inibidores de correceptores imunes (ICI) vem mudando significativamente o manejo clínico e o desfecho dos pacientes com melanoma metastático, mas apenas uma minoria alcança resposta durável. As pesquisas na área estão cada vez mais avançadas e, nesse contexto, novas tecnologias como a biópsia líquida têm auxiliado a entender diversos aspectos dos tratamentos.

Um estudo publicado na Clinical Cancer Research avaliou o valor preditivo do DNA circulante tumoral (ctDNA) em pacientes com melanoma metastático. Os pesquisadores analisaram dados de 125 pacientes adultos com a doença. Destes, 32 foram tratados com imunoterapia em 1ª linha e 27 em 2ª. Os 66 pacientes restantes receberam, por sua vez, terapia-alvo em 1ª linha.

Duas coortes foram analisadas, uma de descoberta e outra de validação independente. Na primeira, os pesquisadores observaram que o ctDNA baixo (≤ 20 cópias/mL) antes do início da terapia com ICI em 1ª linha foi preditor de maior sobrevida livre de progressão (HR = 0,20; p < 0,0001), mas não para a 2ª linha.

A coorte independente validou que o ctDNA é preditivo de sobrevida livre de progressão no cenário de 1ª linha (HR = 0,42; p = 0,006), mas não em 2ª. Além disso, o ctDNA antes do início do tratamento com ICI não foi preditivo de sobrevida livre de progressão aos pacientes pré-tratados com inibidores de BRAF/MEK em qualquer uma das coortes.

Redução das sobrevidas livre de progressão e global foram observadas em pacientes com ctDNA alto recebendo monoterapia anti-PD-1 em relação àqueles tratados com terapia combinada anti-CTLA-4/anti-PD-1.

Os autores ressaltam que diante de tais resultados é necessário considerar cuidadosamente o contexto ao implementar biomarcadores. O ctDNA é muitas vezes anunciado como um bom biomarcador prognóstico, mas esse não é o caso para pacientes que recebem ICI em 2ª linha, por exemplo. Portanto, mais estudos para avaliar a precisão do ctDNA são necessários, especialmente agora que a biópsia líquida e o ctDNA estão cada vez mais incorporados à clínica.

Referência:

Marsavela G, et al. Circulating Tumor DNA Predicts Outcome from First-, but not Second-line Treatment and Identifies Melanoma Patients Who May Benefit from Combination Immunotherapy. Clinical Cancer Research. Published first October 16, 2020.

- Publicidade -
- Publicidade -

Fique Conectado!

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Mais Lidas

Radioterapia moderadamente hipofracionada no câncer de mama inicial ou in situ é recomendada como novo padrão de terapia

O interesse na radioterapia hipofracionada tem se renovado com o passar dos anos O estudo DBCG HYPO (NCT00909818) foi projetado para avaliar e testar estatisticamente...
- Publicidade -

Pela primeira vez, a U.S. Preventive Services Task Force orienta o rastreamento para câncer colorretal aos 45 anos

O câncer colorretal é a terceira causa de morte por câncer nos Estados Unidos. Apesar das fortes evidências de que o rastreamento do câncer...

Incidência de câncer de próstata localizado nos Estados Unidos diminui, porém a de estágio avançado recrudesce, segundo relatório

Dados de incidência e sobrevida de câncer de próstata nos Estados Unidos foram atualizados recentemente pelo Morbidity and Mortality Weekly Report, do Centers for...

Biópsia líquida pode predizer desfechos com imunoterapia em 1ª linha, mas não em 2ª, no tratamento do melanoma metastático

Biópsia líquida e o ctDNA estão cada vez mais incorporados à clínica, auxiliado a entender diversos aspectos dos tratamentos contra diversas malignidades Embora contabilize apenas...

Notícias Relacionadas

Radioterapia moderadamente hipofracionada no câncer de mama inicial ou in situ é recomendada como novo padrão de terapia

O interesse na radioterapia hipofracionada tem se renovado com o passar dos anos O estudo DBCG HYPO (NCT00909818) foi projetado para avaliar e testar estatisticamente...

Pela primeira vez, a U.S. Preventive Services Task Force orienta o rastreamento para câncer colorretal aos 45 anos

O câncer colorretal é a terceira causa de morte por câncer nos Estados Unidos. Apesar das fortes evidências de que o rastreamento do câncer...

Incidência de câncer de próstata localizado nos Estados Unidos diminui, porém a de estágio avançado recrudesce, segundo relatório

Dados de incidência e sobrevida de câncer de próstata nos Estados Unidos foram atualizados recentemente pelo Morbidity and Mortality Weekly Report, do Centers for...

Biópsia líquida pode predizer desfechos com imunoterapia em 1ª linha, mas não em 2ª, no tratamento do melanoma metastático

Biópsia líquida e o ctDNA estão cada vez mais incorporados à clínica, auxiliado a entender diversos aspectos dos tratamentos contra diversas malignidades Embora contabilize apenas...

Adição de irinotecano neoadjuvante aumenta a taxa de resposta patológica em adenocarcinoma de reto localmente avançado

Vários estudos de escalonamento de dose descobriram que a máxima dose tolerada do irinotecano diminuiu com um número crescente de alelos UGT1A1 defeituosos, confirmando...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.